teste-para-lenita1

cicaf

*

Você está aqui: HomeNotíciasEncontros Regionais de Simpatizantes
Publicado em Notícias
Postado por  Prov. Imaculado Coração de Maria 17 Outubro 2018
Encontros Regionais de Simpatizantes

As palavras de Francisco atraíam... 

As palavras e a proposta de Francisco de Assis continuam atraindo! 

Não é fácil esquivar-se do testemunho de um leigo que caminha ao nosso lado!

Aconteceu, nos meses de agosto e setembro, o Encontro Regional de diversos Grupos de Simpatizantes da Província Imaculado Coração de Maria. Focamos aqui os grupos de: Ceilândia – DF, Planaltina de Goiás - GO; Cora Coralina e Urias Magalhães - GO e os grupos de São Paulo.

Os encontros tiveram como objetivo a convivência, a partilha da caminhada, aprofundamento de temas franciscanos e A indicação de pistas de continuidade. Foram organizados pelas pessoas de referência de cada grupo, em conjunto com as irmãs. Os grupos contaram com a seguinte assessoria: Elisabeth e Cássio de Carvalho, Simpatizantes de Belo Horizonte – MG marcaram presença em Ceilândia e Planaltina; Irmã Tereza Valler em Goianira e Urias Magalhães; Márcio Inácio Dionizio, Simpatizante de São Paulo e Irmã Tereza, em São Paulo.

O tema aprofundado na maioria dos grupos foi: O protagonismo dos leigos cristãos no tempo de Francisco – provocações e luzes para a caminhada dos Simpatizantes do carisma francisclariano, hoje.

Foi motivo de alegria constatar que, também no tempo de Francisco havia pessoas e grupos desejosos de viver o Evangelho, assumir um modo de vida simples e alegre, testemunhar a irmandade e a solidariedade junto aos pobres e cuidar do planeta, permanecendo em suas casas e trabalhos. Contudo, na mesma época havia também grupos que eram indiferentes frente às desigualdades sociais e às formas de exclusão. A busca sincera de viver o Evangelho, ‘misturada’ com as práticas ambíguas, serve de provocação, discernimento e luz para a caminhada dos Simpatizantes, hoje.

Considerando ainda, as fases diferenciadas pelas quais estão passando alguns grupos de Simpatizantes, foram retomadas e aprofundadas as motivações e luzes que brotam do itinerário vivido pelos Primeiros Companheiros de Francisco e da experiência das primeiras Irmãs.

Do aprofundamento das motivações e da partilha grupal, algumas constatações e pontuações servirão para ajudar os grupos a crescer na caminhada. A maioria das/os Simpatizantes são pessoas engajadas e atuantes nas comunidades, colaborando em diversas pastorais; há grupos que apoiam povos indígenas, migrantes e juventude, assim como os grupos de Santa Catarina desenvolvem atividades no Horto Irmã Eva, em Projetos Comunitários onde atuamos e realizam partilha solidária de recursos com a missão Guatemala.

Outro aspecto presente, a ser levado em conta, é que em nossas práticas somos influenciadas/os pelo ritmo de vida pós-moderno, monitorado, sobretudo, pelas novas tecnologias de comunicação. Neste sentido, os grupos sofrem influência de cenários da realidade atual, bem como das propostas pastorais das Paróquias, vivendo sob a pressão de um cotidiano acelerado, quase antinatural. Mergulhados na fragmentação e compulsividade, fica difícil envolver- se por inteiro no presente. Sob a influência dessa dinâmica, alguns grupos foram assumindo inúmeros serviços na comunidade, impossibilitando, ou vindo a considerar a vivência do carisma apenas como uma pastoral a mais... Não é difícil perceber em várias pessoas certo cansaço e saturação face às muitas solicitações das comunidades, acrescidas hoje, das dificuldades familiares e de trabalho.

Certo é que, mesmo vivendo cercados por tantas conexões e tarefas, experimentamos carências e vazios profundos. Quem sabe, como no século XIII, abraçando os leprosos e a natureza, Francisco volte a nos alertar: “O Amor não é Amado!”.

O desafio é: Como chegar à síntese que Francisco construiu inspirado pelo Evangelho e pela realidade: É isso que quero, é isso que eu desejo de todo o coração? Como conseguir ser sal e luz?

Neste sentido, serviu-nos de orientação a palavra do Papa Francisco na “Alegria do Evangelho” (249), ao falar dos critérios da ação transformadora: o tempo é superior ao espaço, por isso é necessário dar prioridade a iniciar processos que gerem dinamismos na sociedade, comprometendo pessoas e grupos, do que ocupar espaços... Urge construir outra relação com o tempo, mediante pequenos passos.

Neste contexto valeu a tentativa de estabelecer um paralelo entre o presente acelerado e o cotidiano vivenciado pelos primeiros seguidores de Francisco e das primeiras Irmãs. Em ambas as experiências fundantes, a prática da contemplação constante e confiante, o estilo de vida simples e cordial, alegre e itinerante no meio do povo - saboreando a preciosidade do pouco – plenificava a entrega à missão e alegrava o coração!

O que reforçar daqui para frente?

Ver nas mudanças e novas situações que se apresentam no cotidiano e nos grupos, oportunidades para retomar nosso compromisso perante o Evangelho e a missão; aprofundar mais a consciência crítica, capacitando-nos para ter foco e discernimento frente ao consumismo e à multiplicidade de propostas, mesmo legítimas; cultivar um estilo de vida simples: saciar-se com o necessário; fortalecer as convicções de fé pessoais e coletivas e intensificar a comunicação e o intercâmbio entre os grupos, pode ser de grande ajuda para não temer a solidão, a marginalização e a invisibilidade; tornar mais clara a dimensão fundamental do carisma como “um modo de ser” dentro da vida!

O carisma é para ‘salgar’, trazer sentido e sabor à vida, à missão. Consequentemente, ser Simpatizante há de ser uma escolha livre e contínua a ser feita a partir da inspiração do Espírito na vida de cada pessoa e dos apelos da realidade.

Os grupos ainda se perguntaram: Como cativar e identificar a presença do carisma em mais pessoas?

Informações adicionais

  • Fonte da Notícia: Irmã Tereza Valler

Adicionar comentário


 

Direção:
Isabel do Rocio Kuss

Ana Pereira Macedo

 Ivonete Gardini

Arte: Lenita Gripa

Congregação das Irmãs Catequistas Franciscanas
Rua Des. Nelson Nunes Guimarães, 346
 Bairro Atiradores - Joinville / SC – Brasil
Fone: (47) 3422 4865