cicaf

*

Você está aqui: HomeNotíciasPáscoa de Irmã Luzia Vogel
Publicado em Notícias
Postado por  Prov. Imaculado Coração de Maria 18 Dezembro 2018
Páscoa de Irmã Luzia Vogel

Branca Lua... linda lua... doce lua...!

Ao nascer, cada pessoa é presenteada com dons e habilidades que, na trajetória da vida, vai colocando a serviço. Irmã Luzia Joana Vogel recebeu o dom de nos encantar com sua voz e seus acordes!

Nascida em 23 de setembro de 1928, na localidade de Maratá, município de Porto União – SC, é a sétima filha do casal Nicolau Vogel e Maria Margarida Vogel. No mesmo ano, Luzia foi batizada e, aos quatro anos de idade recebeu o sacramento da crisma, na Paróquia Nossa Senhora das Vitória, à qual pertencia a família.

Aos 14 anos, conhecendo a vida das irmãs catequistas já presentes naquela comunidade, Luzia sentiu-se chamada ao seguimento de Jesus na vida religiosa consagrada. De uma família de músicos, a musicalidade pulsava em seu coração! Foi acolhida como aspirante em Rodeio, no dia 07 de dezembro de 1942.

Em junho de 1945 iniciou o postulantado, sendo admitida ao noviciado dia 24 de dezembro do mesmo ano e à profissão religiosa no dia 25 de dezembro de 1946.

Nos primeiros sete anos de vida religiosa, portanto de 1947 a 1953, Irmã Luzia foi professora de Escola Pública na comunidade de Pomeranos, no município de Timbó – SC. Em 1953, em Ascurra, foi professora e freqüentava a serie conclusiva do Curso Normal Regional em Rodeio. Nos anos de 1954 a 1956 exerceu sua missão em Rio do Sul – SC, onde foi estudante do Curso Normal para o magistério, no Colégio Normal Maria Auxiliadora das Irmãs Salesianas.

Concluído o curso de formação para o magistério, de 1957 a 1986, Irmã Luzia assumiu sua missão na Casa Mãe em Rodeio, inicialmente como professora de música e canto no Curso Normal Regional, onde estudavam as aspirantes à vida religiosa na congregação.

Aperfeiçoou seus conhecimentos musicais, através do curso de Canto Orfeônico e acordeão, bem como, estudou secretariado.

Com a criação do Colégio Normal Madre Avosani, Irmã Luzia continuou assumindo as aulas de música e canto, além da secretaria do colégio, até a sua supressão em 1986. Nesse tempo em que atuou no Madre Avosani, criou a Escola de Música anexa ao mesmo colégio, e que tinha como objetivo a partilha de seus dons mais preciosos com a Comunidade Rodeense. Muitos adolescentes e jovens tiveram oportunidade de aprender violão, teclado, acordeão, flauta, scaleta e, sobretudo violino. A Escola de Música encerrou suas atividades em 1986, juntamente com as do colégio. Entretanto, o povo de Rodeio e região manifesta até hoje sua gratidão à irmã Luzia, através de visitas e homenagens em eventos do município.

Em janeiro de 1989, na Casa Mãe em Rodeio, assumiu a missão samaritana junto às irmãs idosas e doentes. Nesse contexto, dispôs-se a ser cuidadora da senhora Zeny Ribeiro da Silva, portadora de necessidades especiais, acolhida pela província.

Nesse tempo, Irmã Luzia colaborava com outros serviços na fraternidade como a elaboração da Crônica da casa, indo todos os dias ao correio, viagem que aproveitava para visitar pessoas amigas, idosas e doentes.

A música estava em seu coração, em sua voz, em suas mãos, em seu ser! Por isso, colaborava, na animação da comunidade na igreja matriz São Francisco, tocando órgão nas missas, aos sábados à noite.

A partir de 2014, Irmã Luzia começou ter mais fragilidades na saúde, passando a ser acompanhada pelas irmãs da fraternidade e equipe de enfermagem.

Irmã Luzia, somos gratas ao Deus da vida por sua musicalidade que nos permitiu viver a alegria da música que transforma corações. Continue cantando e encantando!

Informações adicionais

  • Fonte da Notícia: Irmã Romilda Weinrich - secretaria provincial

Comentários  

#5 Lussimar Helena Ferrari Bertoldi 21-12-2018 19:58
Minha querida professora de piano, quantos ensinamentos, quanta paciência, quanta alegria no seu trabalho, quantas vezes ficava a me ouvir e confortar meu coração que se sentia inquieto.Irmã catequista fervorosa, corajosa e fiel ao seu SIM. Lembro bem da construção da Escola de Música, fiz parte dela, além de aluna eu a ajudava na limpeza e na organização dos instrumentos e materiais. Finais de ano, no encerramento das aulas, vinham as apresentações para as famílias e comunidade, auditório lotado, Por algum tempo trabalhou aqui em Curitiba, Paróquia Santa Terezinha próxima ao meu local de trabalho, conversávamos muito. Com certeza está cantando junto de Deus.
#4 Ana Cláudia de Carvalho Rocha 19-12-2018 09:10
No noviciado convivi por uns dias com Ir. Luzia. Éramos três noviças e dela recebemos o apelido Trio CONCLACLA, Conceição, Claricia e Cláudia.Ficou no meu coração sua alegria, criatividade e amor à música.
#3 Dalvina Maria Pedrini 19-12-2018 00:45
Querida Irmã Luzia. Grande Beijo de Gratidão a quem sempre pregou a beleza e a leveza através da música. Sempre nos pedias que fôssemos "suaves" na voz, para sermos suaves na vida. A harmonia que cultivaste em nossas vozes, primeiro a viveste como valor em tua vida. Obrigada pelas lições sonoras de fidelidade e por nos ter ensinado que a vida teria acordes maiores e menores. E foste cantar e tocar no céu. Deus já a recebeu com o lindo coral da eternidade. Vai em Paz! Cantaremos juntas as glórias eternas de nosso Deus. Paz e Bem!
#2 Marilete 18-12-2018 22:12
Obrigada Ir. Luzia! Sua vida cantada e doada.
Deus, te dê a alegria da paz Eterna.
Com carinho.
Marilete
#1 Irmã Eliza Schafaschek 18-12-2018 19:31
Querida Irmã Luzia, que saudades do violino que você nos ensinou a tocar. Que lindos momentos de música e canto que fazíamos. Goze destes momentos agora, junto do Senhor e continue cantando com os coros celestiales. Obrigada, irmã.

Adicionar comentário


 

Direção:
Isabel do Rocio Kuss

Ana Pereira Macedo

Arte: Lenita Gripa

Congregação das Irmãs Catequistas Franciscanas
Rua Des. Nelson Nunes Guimarães, 346
 Bairro Atiradores - Joinville / SC – Brasil
Fone: (47) 3422 4865