cicaf

*

Você está aqui: HomeNotícias“Êxodo, ontem e hoje”!
Publicado em Notícias
Postado por  Província Irmã Clégia Ânesi 03 Agosto 2019
“Êxodo, ontem e hoje”!

A Marcha nos proporcionou e nos provocou a fazermos

a experiência de um êxodo pessoal e comunitário,  

a assimilar a espiritualidade do Êxodo do Deus Libertador.

Na celebração da festa de São Thiago Apóstolo, no dia 25 de julho, por volta das 15hs, iniciava-se a missa de envio da V Marcha Franciscana, com o ponto de partida em Bacabal-MA, rumo a Terra Prometida - O Santuário de São Francisco de Assis, em Lago dos Rodrigues.

O caminho de 80 km foi sendo percorrido com fé e com confiança em Deus Pai-Mãe, que com toda certeza estava a nos acompanhar e guiar assim como guiara o povo Hebreu, na saída do Egito. Um verdadeiro “êxodo do Povo de Deus, ontem e hoje”.

Fomos convidadas a vivenciar a experiência da saída do Egito e assim como aquele povo sentíamos na pele o cansaço. Houve momentos de lamentações, tristezas e até vontade de desistir, como diz o ditado “chorando as cebolas do Egito”. Este percurso foi também alimentando nossa fé e fortalecendo-a.

A Marcha também nos proporcionou e nos provocou a fazermos a experiência de um êxodo pessoal e comunitário, ajudando-nos a assimilar a espiritualidade do Êxodo do Deus Libertador, para as realidades sócio-políticas e econômicas dos tempos atuais.

Sendo assim, vivenciamos na caminhada a conscientização e comunhão com o Sínodo da Amazônia que acontecerá em Roma, tendo o seu inicio no dia 06 de outubro de 2019. “O grito da Amazônia ao Criador, é semelhante ao grito do Povo de Deus no Egito”. Fomos motivadas a caminhar levando no coração o santuário da vida que é Amazônia. Lembrando que se Deus Libertador conduziu os Hebreus a terra onde corre o leite e mel, também conduziria a Igreja da Amazônia rumo a novos caminhos de evangelização e ecologia integral.

Ah! E a chegada à terra prometida, foi exatamente no dia 28 de julho, dia do Senhor. Aquele povo nos acolhendo, a alegria e emoção de poder trilhar este caminho e bem viver cada dia mesmo com suas lamentações, mas também com suas belezas a cada raiar do dia e a cada nascer da lua.

Não há palavras que possa expressar a emoção diante da graça de chegar naquele  Santuário e bendizer, pois foi Deus que nos guiou. Esta peregrinação ajudou-nos a olhar para o nosso interior. Diante do cansaço físico, o calor do sol, os calos, as noites mal dormidas, os incômodos, renovamos a nossa fé, esperança e amor, não apenas pelo sofrimento, mas pela dádiva de viver em meio às dificuldades e não desanimar, pois há para nós a Terra Prometida e ela pode ser onde estamos!

Dentre os/as peregrinas estávamos, nós irmãs Jovenilde Alves Neves e Luana Oliveira de Souza. Aqui destacamos o que significou para nós esta Marcha:

"Estou muito agradecida a Deus por tudo que Ele me oportunizou a viver nesses quatro dias de retiro. Foi uma experiência única; uma benção chegar à terra prometida... Agora desejo colocar em prática na esperança de que a Divina Ruah conduzirá meus caminhos para novos passos, ensinando e fortalecendo o novo jeito de caminhar sempre a serviço da missão. Cantemos a Deus que nos libertou!” (Ir. Jovenilde Alves Neves).

"A Marcha foi para mim, um momento de renovar meu SIM, sendo que neste mês de agosto celebro um ano de consagração. Eu vivi cada dia da marcha, simbolizando estes 365 dias de consagração, desde as dificuldades, as belezas e a presença de Deus Pai-Mãe, a dúvida, se vou conseguir, se vou dar conta... Aí há a força maior, a causa do Reino, o ser Irmã Catequista Franciscana, que impulsiona-me a seguir e não desanimar.

Entoei no decorrer de toda a Marcha assim como na vida, canto de ação de graças por tudo e por cada pessoa presente neste caminhar que são anj@s no dia a dia. Também tive na Marcha, pessoas que são exemplos, assim como dona Gracinha, senhora de 75 anos, firme e decidida naquele peregrinar. E na minha vida de consagrada, a Irmã Verônica, a querida Vica, que é meu exemplo de consagrada. Minha Gratidão a Deus Uno Trino e as minhas irmãs que permitiram-me vivenciar tamanha experiência de fé e renovação da Vocação, tendo nestes quatro dias, o paralelo entre a Marcha e a Vida diária." (Irmã Luana Oliveira de Souza)   

Na alegria da paz e do bem, nosso abraço!

Informações adicionais

  • Fonte da Notícia: Irmãs: Jovenilde Alves Neves e Luana Oliveira de Souza.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

 

Direção
Isabel do Rocio Kuss

Ana Cláudia de Carvalho Rocha

Marlene dos Santos

Arte: Lenita Gripa

Congregação das Irmãs Catequistas Franciscanas
Rua Des. Nelson Nunes Guimarães, 346
 Bairro Atiradores - Joinville / SC – Brasil
Fone: (47) 3422 4865