pg incial 2018

cicaf

*

Você está aqui: HomeNotíciasTempo de Reinventar Caminhos!
Publicado em Notícias
Postado por  Sede Geral - Isabel do Rocio 19 Julho 2020
Tempo de Reinventar Caminhos!

 

“Anunciadoras da esperança com confiança e alegria”

 

Este refrão tão repetido nos últimos dias, nos relembra o compromisso que assumimos com consciência e esperança no último capítulo geral: Realizar o processo de reorganização da congregação. E começamos em seguida. Para esse ano de 2020, a programação prevista era intensa, mas dada a situação extraordinária de pandemia em que vivemos, fomos desafiadas a assumir um novo caminho metodológico, com os recursos e as possibilidades que o momento nos oferece.

A primeira atividade programada para todas as irmãs foi uma Video Conferência (Live), com o tema: Irmãs Catequistas Franciscanas reinventando caminhos”, realizada no dia 13 de julho em português e no dia e 14, em espanhol.

Já nas primeiras horas do dia 13, uma emoção contagiante foi tomando conta de toda congregação. De norte a sul do país a interação e o interesse formavam uma aura de luz que se expandiu sobre todas nós. Uma intensa energia vital circulou e nos convocou a estarmos juntas, apesar das distâncias geográficas.

Sentimos que os ventos do Espírito, em seus diversos movimentos, possibilitaram-nos experimentar uma nova brisa! Deixamos que a Ruah nos falasse e juntas alimentamos nossa mística para prosseguirmos com coragem anunciando a esperança e a alegria. Foi muito emocionante sentir a energia positiva que nos congregou como família.

Realmente, fomos provocadas a reinventar novas formas de encontro e esta experiência nos permitiu perceber que há muitas possibilidades de nos ajustar e, com abertura e flexibilidade, podemos dizer a nós mesmas que somos capazes de nos adaptar criativamente ao novo e recriar caminhos para fazer acontecer o que nos propomos.

A assessoria foi preciosa e criou uma grande sintonia. O conteúdo profundo e instigador nos silenciou e nos colocou numa profunda escuta e nos motivou a prosseguirmos firmes e corajosas. Todas nos sentimos partícipes e corresponsáveis no processo de reorganização iniciado.  Realmente, um momento enriquecedor! Como Deus é bom!

A ressonância vinda do coração das irmãs confirma o que dissemos acima: Confesso que me senti muito emocionada. Três aspectos para mim, superaram as expectativas:

1. A Construção Coletiva manifestada na coragem e eficiência das irmãs da coordenação geral, da equipe de reorganização, da assessoria técnica e de outras irmãs envolvidas. Tudo saiu tão bem... e com uma Live em espanhol também.  Parabéns manas! Com isso vocês nos ajudaram a reafirmar que podemos arriscar e não “ter medo de nossa pequenez”. Onde quer que estejamos, independente das circunstâncias, nossa criatividade, nossos dons e nossa disposição interior colocados a serviço do projeto comum, sempre resultarão em positividade, alegria e crescimento da nossa vida-missão.

2. A participação maciça: podemos dizer que a congregação inteira se fez presente e isto, para mim, foi fantástico. Oxalá continuemos envolvidas neste processo de reorganização e adentremos sempre mais de coração, mente e espírito, pessoal e coletivamente, com serenidade, profundidade, confiança e alegria, dando gradualmente os passos necessários.

3. As três falas tocaram as minhas entranhas, naquilo que acredito e sonho como Irmã Catequista Franciscana e penso que não foi só comigo que aconteceu isso. Dentre o “tudo de bom” da fala da Moema, destaco algo que acredito fundamental. Lembrava ela que os governos da esquerda dos últimos anos buscaram levar em conta a pobreza do povo, diminuir as injustiças e desigualdades, sempre na lógica do sistema capitalista, e assim chegamos onde chegamos inclusive com uma pandemia.  Dizia que a lógica do sistema terra não é a lógica do sistema capitalista. Para mim, ficou muito claro que a reorganização da congregação não pode esquecer isso. Nossa espiritualidade francisclariana e mesmo cristã está centrada na lógica do sistema terra. Então, nossas opções neste processo, em todas as vertentes (nomeadamente a econômica) deverá garantir a lógica do sistema terra. Isto sempre nas dimensões pessoal e coletiva, como muito bem as três falas frisaram.

A fala da Irmã Ana Macedo fortaleceu em mim a esperança, a confiança e a alegria através dos acenos trazidos no já existente no processo de reorganização. Sinto que isto dará coragem a cada uma e todas de se empenhar na busca de novas brechas e possibilidades. Como diz irmã Ana, há que reinventar! Nisso a pandemia foi mais que uma Mestra (A equipe de reorganização que o diga!). Vamos então, desde já, reinventar a convivência fraterna e a missão na lógica do Sistema Terra, conforme lembra nossa linha inspiradora nº 1, buscando concretizar o Reino, a sociedade que sonhamos desde nossas casas, nossas relações, nossas opções.

E para quem não sabe por onde começar, Suzana foi muito clara e nos apontou caminhos bem concretos. Me fez estremecer. O querer até que eu quero mesmo. Mas colocar em pratos limpos minhas amarras, ai, ai, ai! Pisou num calo meu bem fundo e ao mesmo tempo fresco, pois a pandemia ainda está a machucar: Vida-missão tem que ser em África.  Isso só para falar uma que todo mundo sabe.  Mas, com sinceridade, se pegarmos firmes na proposta que Suzana coloca, só tem que ir para frente. Eu creio!  Como digo num dos meus poemas deste tempo - “Eu te prometo: não vamos fingir, faremos plantão até a Esperança florir” (Irmã Carmelita Zanela).

Outras ressonâncias...

- Parabéns a nós todas que participamos! Esta Live nos possibilitou um grande encontro da Congregação. A gente sentiu a energia positiva! Sentiu o bem querer! Sentiu o desejo de nos ajudar mutuamente! Ninguém está navegando sozinha neste barco!

- Perpassou em mim um sentimento de alegria e gratidão. Foi muito gostoso sentir a congregação toda participando junto, unida na mesma esperança. Tudo está interligado. Foi um momento lindo, cheio de Deus, de comunhão. Me senti perto de todas, reanimada.

- Parabéns a todas da organização. Foram horas de muita emoção, partilha compromisso e solidariedade. A Live foi muito provocativa... 

- Momento importante de reflexão e partilha do que vivemos na história do nosso país e da congregação! Deus caminha conosco! O nosso abraço de gratidão e apoio, sempre!

- Tenho orgulho de pertencer a este grupo de mulheres Madalenas, que a partir das três primeiras continuam sendo Apóstolas da Esperança. Por tudo dai graças!

Irmã Luana Oliveira de Souza, partilha o que ecoou em seu coração através de uma poesia:

Falar da reorganização é esperançar, ousar questionar, avaliar e os sonhos alimentar. Confiantes na Divina Ruah que cada passo está a guiar, e, que nos convida a ousar.

As dúvidas, a pequenez, não devemos temer, silenciar, ouvir e com o coração acolher.  Sentir que é necessário de muitas certezas esvaziar e viver a dádiva das surpresas.

Nas tempestades, desafios, crises...bailar! Reinventando novos caminhos para trilhar. Rompendo fronteiras, estruturas e certas de que podemos vacilar cair/mas juntas vamos levantar e para as águas mais profundas vamos avançar.

Informações adicionais

  • Fonte da Notícia: Irmã Rosali Ines Paloschi

Comentários  

#2 Carmelita Zanella 24-07-2020 19:32
Foi emocionante. Parabéns para nós!
#1 Marilete 22-07-2020 23:01
Gratidão e alegria, e o que perpassa o meu ser, por estar fazendo parte deste grupo neste tempo propicio e delicado. Me sinto feliz de poder caminhar sintonizada, com tantas culturas. Obrigada.
Ate.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

 

Direção
Isabel do Rocio Kuss

Ana Cláudia de Carvalho Rocha

Marlene dos Santos

Rosali Ines Paloschi

Arte: Lenita Gripa

Congregação das Irmãs Catequistas Franciscanas
Rua Des. Nelson Nunes Guimarães, 346
 Bairro Atiradores - Joinville / SC – Brasil
Fone: (47) 3422 4865