animacao

Cicaf

*

Você está aqui: HomeInício Vocacional TestemunhosVivência da missão em Itajaí - SC
Publicado em Testemunhos
16 Dezembro 2019 Comments (1)
Vivência da missão em Itajaí - SC

"Recebereis uma força do Espírito Santo que virá sobre vocês e sereis minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria, e até às extremidades da Terra" (At 1,8).

Queridas Irmãs, simpatizantes do carisma, leigos/as e jovens

Paz e Bem!

Sou Puri Mafikene Marlaine, da República Democrática do Congo. Venho com o coração muito agradecido compartilhar com vocês um pouco do meu itinerário de vida-missão no período de um ano e três meses, aqui nesse chão sagrado de Itajaí - Santa Catarina. 

No dia 11 de agosto de 2018, aqui cheguei, como noviça do segundo ano. Me senti muito acolhida pela Província Imaculado Coração de Maria, pela Irmandade e pelo povo de Itajaí.

Aqui tive a oportunidade de viver, conviver e compartilhar a vida no cotidiano com as Irmãs Ana Maria Demo, Edite Nardelli e Marlene Eggert. Mulheres que ultrapassam os limites das possibilidades humanas para responder à vocação de gerar vidas e dar luz ao mundo. Mulheres que se fazem irmãs para salvar vidas, anunciando que só a relação fraterna é capaz de resgatar a dignidade original de homens e mulheres para que nasça a comunidade - povo.

"Onde há povo, há missão, onde há missão, há mil razões para ser feliz"... (Dom Luciano Mendes)  

Hoje, a prática de Jesus e dos primeiros cristãos continua presente agindo e se multiplicando na Igreja e no mundo por meio de nós. Esse Espírito de Jesus nos aponta o caminho e rompe barreiras geográficas, culturais e religiosas, mostrando que todos e todas somos filhos e filhas do mesmo Deus Pai-Mãe, presente nas alegrias, esperanças e desafios que nos provocam a tecer novas vivências, novos sonhos e abrir o coração para acolher a diversidade.

A interculturalidade nos desafia a valorizar, respeitar, acolher a diferença. Neste espírito de ousar novos passos na vivência missionária, cabe também destacar a generosidade da opção clara pelos pobres na Congregação.

Com a fraternidade, estou atuando na pastoral dos migrantes, especialmente com Haitianos, adentrando mais de perto nas atividades: aulas de língua portuguesa, grupo de artesanato, costura, participação das feiras do SESC e rodas de conversas. O migrante carrega no coração a esperança de encontrar melhores condições de vida, poder trabalhar para sobreviver e sustentar sua família.

Como Franciscanas buscamos viver o Carisma no cotidiano, nos pequenos gestos, na simplicidade, disponibilidade e alegria, sendo educadoras da fé e para a cidadania no meio do povo pobre, como irmãs do povo. A diversidade cultural me ajuda a perceber que é possível viver e conviver com o diferente e com as diferenças. Dentro dessa realidade também vivenciamos a experiência do ecumenismo, na prática com diversos grupos, onde participam pessoas de diversas confissões religiosas.

Aprendemos a valorizar sua cultura, religião, suas alegrias, sofrimentos e conquistas. Criamos um espaço aberto onde cada pessoa que chega, pode sentir-se bem acolhida e respeitada. Buscamos na luta contínua, a defesa da vida em todas as suas dimensões. Nesse trabalho, contemplo, admiro e agradeço às pessoas voluntárias que ajudam para que a missão de Jesus tenha continuidade.  "Comece por fazer o que é necessário, depois o que é possível e, de repente, estará fazendo o impossível" (São Francisco de Assis).

A Congregação das Irmãs Catequistas Franciscanas realiza ações diferenciadas conforme os espaços onde cada irmã atua. Graças a Deus, realmente são tantas experiências lindas que me levam a agradecer e reconhecer o amor de Deus que vai se revelando na vida e nos acontecimentos. E me faz ter o sentido de pertença à Congregação, como irmã catequista franciscana.  

Nessa alegria, quero também convidar você jovem, para conhecer e fazer parte desta família, somando no projeto de vida da Congregação das Irmãs Catequistas Franciscanas.

Comentários  

#1 Marilete 14-06-2020 20:46
Fiquei feliz, lendo sua experiência vocacional, na Irmandade de Itajai. Como é bom ter irmãs e ser irmãs, principalmente, " irmãs do povo". Abraços. Muita Paz.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

sound by Jbgmusic

 

Direção
Isabel do Rocio Kuss

Ana Cláudia de Carvalho Rocha

Marlene dos Santos

Rosali Ines Paloschi

Arte: Lenita Gripa

Congregação das Irmãs Catequistas Franciscanas
Rua Des. Nelson Nunes Guimarães, 346
 Bairro Atiradores - Joinville / SC – Brasil
Fone: (47) 3422 4865