images/cicaf.jpg
Imprimir esta página
Publicado em Notícias
Postado por  Província Irmã Amábile Avosani 31 Maio 2013
II Encontro dos amigos/as do Carisma

         

II Encontro das amigas/os simpatizantes do Carisma Francisclariano da PAMA

 

 

O II Encontro dos amigos/as do Carisma aconteceu na Casa de Encontro das Irmãs Franciscanas, em Porto Velho e teve como tema: “A identidade e missão das amigas e amigos do Carisma segundo a proposta evangélica de Francisco e Clara de Assis”. O encontro iniciou com a apresentação e interação entre os participantes vindos do Amazonas, Acre, Rondônia e do Peru no total de 30 simpatizantes. A acolhida foi um convite para adentrar no solo sagrado da Amazônia e escutar o apelo que brota da mãe terra e dos povos da Amazônia. Essa interação tornou-se cativante por fazer-nos um só povo diante de Deus e também das pessoas. A abertura do encontro aconteceu com as boas vindas de irmã Clarice Berri.

 

Na sequência aassessoria conduzida pelas leigas Simpatizantes Maria Elizabeth Carvalho e Lindalva Macedo vindas de Camargos - Belo Horizontes/MG, nos proporcionaram elementos de reflexão e interiorização. Abordaram a vida de Francisco no contexto histórico em que viviam e suas buscas e lutas para melhorar a sociedade feudal egoísta.

 

Dividiu-se a turma em cinco grupos, onde foi refletido o texto “orientações metodológicas”, que trouxe a reflexão sobre os caminhos de Francisco e Clara ontem e hoje: olhe, Considere, Contemple, transforme-se e testemunhe. Somos provocadas/os pelo mundo em movimento, a rever nossa ação missionária e questionar-nos o que estes caminhos significam para nós? Que provocações brotam da realidade? Como resignificar a missão?

 

Cada grupo ficou responsável por um tópico para discutir e apresentar posteriormente aos demais grupos. Destacou-se os seguintes elementos de reflexão: OLHE – Ouvir o clamor do nosso tempo; Levar-se pela Ação do Espírito Santo de Deus; Humanizar-se e acreditar no Projeto de Deus. 

Refletir a realidade a Luz do Evangelho; Dar sentido aos nossos órgãos dos sentidos: audição, visão, tato, paladar. CONSIDERE: Formação e as informações; Entender a realidade atual; Tomar atitudes mediantes aos gritos existentes. CONTEMPLE: A luta dos povos indígenas; A luta pelo trabalho e melhor condições de vida; Respeito pela vida diante das injustiças sociais; A juventude sem oportunidade de trabalho e de conhecimento sistemático; A busca pelos direitos de inclusão social; Ausência de espaço para os agricultores e melhor valorização dos seu produtos; As drogas que afetam os jovens e a família; Devastação da natureza; Desestruturação familiar. TOQUE E SE DEIXE TOCAR: Francisco abraçou e deixou ser tocado por eles; Vivemos em um contexto que só tocamos, mas não deixamos ser tocados (as), e quando vivemos em uma realidade deviríamos fazer a experiência de tocar e de ser tocada (o), sensibilizar. TRANSFORME-SE: A mudança acontece a partir do encontro e a experiência de Deus, e isso acontece quando somos capazes de seguir o exemplo de Francisco e Clara que se deixou ser tocar pela Ação do espírito Santo, precisa VER, OUVIR e AGIR, para isso é necessário ter atitudes de: tranqüilidade, espontaneidade, saber ouvir e partilhar, abertura e acolhida e exercitar o silenciar. TESTEMUNHE: A experiência de Deus é inseparável da Missão e do Testemunho; Acima de qualquer Ação está nosso testemunho; Conhecer a realidade para ajudar na transformação; A igreja é convidada a refletir sobre o ser Cristão na dimensão do Amor de Deus, sem impor, buscando uma solução aos gritos da terra e do povo.

 

Não seriamos capazes de participar das diversas formas de grupos favoráveis a VIDA, se JESUS não deixasse seu exemplo de Vida e Missão.

 

Outro assunto refletido com os participantes foi o tema Metodologias com o intuito de socializar as várias propostas aplicadas pelo próprio Jesus, confrontando com nossas práticas nas comunidades, enriquecendo e respeitando a peculiaridade de cada simpatizante em sua região geográfica. A irmã Laura falou da importância de fazermos o intercâmbio nos finais de semana, conviver, conhecer e aprender novas experiências e aprender novas metodologias de trabalho.

 

O encontro foi avaliado de forma positiva e muito rico. Favoreceu o conhecimento teológico, proporcionando reflexão filosófica do conteúdo, fazendo uma relação do tempo histórico da vida de Francisco e Clara com nosso tempo atual. Ressaltou-se a importância da participação dos nossos irmãos do Peru, pois a fé atravessa fronteiras seguindo os exemplos de nosso  Mestre que era um missionário itinerante. Em seguida teve as programações locais e o encontro foi finalizado com a oração do caminho, agradecimentos e as bênçãos de Deus.

 

Informações adicionais

  • Fonte da Notícia: Neilda Silva Oliveira