pg incial 2018

cicaf

*

Você está aqui: HomeNotícias"Dou minha vida pelo povo do Maranhão!"
Publicado em Notícias
Postado por  Sede Geral - Isabel do Rocio 17 Setembro 2013
"Dou minha vida pelo povo do Maranhão!"

A semente que não morre não produzirá frutos...

Jo 12,24

Celebramos dia 18 de setembro a Festa da Páscoa da Irmã Cléglia Ânesi.  A frase: “Dou minha vida...”, ao ser pronunciada por ela no contexto do acidente que a fez retornar à casa do Pai, ganha um sentido concreto e nos convida a pensar no que significa dar a vida pelas pessoas e realidades que assumimos, acolhemos e amamos.  

AMOR, maior de todos os mandamentos, e a VIDA maior prova de amor que é possível alguém dar. Irmã Cléglia com a doação da sua vida nos convida a pensar sobre a nossa missão de seguir Aquele que veio ao mundo e, por amor, deu a sua própria vida “para que todos tenham vida” e a tenham de modo pleno (Jo 10,10).    

Fiel e incansável discípula Irmã Cléglia ama até o fim. Ela deu sua vida, não apenas ao derramar seu sangue, mas, em todos os momentos dedicados a missão apesar da fragilidade da sua saúde e das dores que a acompanhava.  Em muitas situações diante das atividades e apelos dizia que teria a eternidade para descansar.   

 Irmã Cléglia assume e vive sem dicotomia a Diaconia que marca a identidade da Irmã Catequista. Em sua vida dedica-se plenamente à missão não apenas como professora e catequista.  Ela é Irmã, amiga, conselheira, formadora, missionária... Solicitada para o novo, deixa a casa mãe em Rodeio-SC Brasil depois de 12 anos acompanhando a formação com turmas de mais de 100 jovens. Parte, como missionária, para responder aos apelos dos pequeninos que, no Nordeste brasileiro, pedem o conhecido pão da Educação e Catequese oferecido desde as primeiras irmãs.

Dia 25 de setembro de 1965, Irmã Cléglia chega a nova realidade exigente e completamente nova para ela, mas decidida a acolhe e é acolhida. Faltando uma semana para completar um ano na missão que assumira do Maranhão Irmã Cléglia sofre um acidente e conclui a sua missão entre nós e, como semente é plantada na terra maranhense do solo nordestino.

As sementes lançadas por Irmã Cléglia nasceram cresceram e continuam dando frutos.  Inspiradas por seu testemunho as irmãs catequistas da região a homenageiam atribuindo-lhe mais uma missão: cuidar, iluminar e proteger a Província da região a qual deram seu nome. Para com seu nome manter viva não apenas a sua memória, mas, com ela continuar a missão de  cuidar  o povo ser irmã do povo e por  ele,  se  necessário for,  dar a própria vida.  

Que Irmã Cléglia continue intercedendo junto de Deus pelo povo ao qual deu sua vida, por nós Irmãs Catequistas Franciscanas e, de maneira especial, por todas as irmãs da província Cléglia Ânesi, que estão vivendo a preparação do Capítulo Provincial. Inspiradas pelo Tema: “A Divina Fonte da vida nos impele a Recriar as Relações de Irmandade” e o Lema: “Que o amor de vocês cresça em perspicácia e sensibilidade, desse modo poderão distinguir o que é melhor (Fl 1,9-10), no recriar das relações e no abrir caminhos”.

 

Parabéns às Irmãs da Província Cléglia Ânesi

e ao povo Maranhense!

Informações adicionais

  • Fonte da Notícia: Irmã Izaura Souza Cordeiro - Ministra Geral

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

 

Direção
Isabel do Rocio Kuss

Ana Cláudia de Carvalho Rocha

Marlene dos Santos

Rosali Ines Paloschi

Arte: Lenita Gripa

Congregação das Irmãs Catequistas Franciscanas
Rua Des. Nelson Nunes Guimarães, 346
 Bairro Atiradores - Joinville / SC – Brasil
Fone: (47) 3422 4865