pg incial 2018

cicaf

*

Você está aqui: HomeNotíciasRevisitando a comunidade do Roçado onde o chamado se faz caminho
Publicado em Notícias
Postado por  Província Imaculado Coração de Maria 28 Abril 2014
Revisitando a comunidade do Roçado onde o chamado se faz caminho

Nos dias 28, 29 e 30 de março o SAV, através das Irmãs Luzia Pereira e Mari Luzia Hammes, realizou uma das suas atividades previstas para o ano. Visitou-se a comunidade do Roçado, no município de São José/SC, onde as Irmãs Catequistas Franciscanas marcaram presença de 1988 a 2005. O casal Eva e Marciel Linhares e Anita Kirchner, integrantes da equipe do SAV e também simpatizantes do carisma, organizaram a agenda.

 Ir. Geraldina Rover, que morou no Roçado, presenteou-nos com sua presença, relembrando pessoas adultas que alfabetizou, famílias que visitou, e os grupos de reflexão que acompanhou.

Na sexta tivemos um encontro com as lideranças da comunidade, recordando das formandas e irmãs que por lá passaram e, à medida que foram lembrando, fomos partilhando onde elas hoje estão.

As pessoas lembram com carinho a caminhada percorrida com esta comunidade e aqui transcrevemos (da filmagem que fizemos) alguns depoimentos que deram: “lembro numa reunião do CPC que tínhamos o desafio do que fazer com mulheres que já não se encaixavam no grupo de jovens e nem nos idosos. E então, Ir. Laura Vicuña disse: ‘já sei! Vamos iniciar a Pastoral da Mulher!’ Depois outras deram continuidade e até hoje este trabalho continua” (Maria Angelina da Silva). “A casa das irmãs era um apoio; íamos chorar e desabafar com as irmãs, além de muitas vezes buscar um remédio preparado pela Ir. Maria Cugik” (Rosilda). “Quando as irmãs chegaram pensei: vamos folgar um pouco. Como me enganei, pois elas foram abrindo e mostrando caminhos e nós nos envolvendo sempre mais” (Anita Kirchner). “O que mais me admirava é que elas estavam junto conosco, participavam e isso é diferente; como se fosse alguém da turma, iam cantar, tocar, animar grupos. Não só ensinavam mas estavam juntas, participando” (Nadir Staeling). “Eu achava que elas deviam agir mais, mas fui vendo que o jeito delas era diferente, pois faziam junto e davam coragem pra gente fazer. Era diferente dos seminaristas que davam as coisas prontas. Elas não, incentivavam a gente a fazer, vieram com outra forma de caminhar” (Geovana Silveira). “Visitavam muito as famílias e isso era muito importante. Trabalhavam com a formação, a alfabetização de adultos, a catequese de adultos que até hoje continuamos” (Angelina da Silva). “Depois começamos com a Ir. Irene Guesser o grupo de Simpatizantes, onde juntos participamos da caminhada da Congregação” (Marciel Linhares). “Elas estavam junto nos grupos, nas pastorais e movimentos; faziam junto e isso nos dava segurança”.  No final deste encontro deixamos para a comunidade uma vela, símbolo de nosso compromisso de comunhão na caminhada e conversamos um pouco sobre o Centenário da Congregação.

No sábado participamos do encontro vocacional da arquidiocese, na Paróquia Santa Cruz, Barreiros. Também estavam conosco as Irmãs Inês Masiero e Maria Campestrini. Na parte da manhã, Ir. Mari Luzia Hammes falou sobre vocação a partir da Biblia e à tarde tivemos momentos por grupos, onde as Congregações ali presentes partilharam seu carisma com adolescentes e jovens.

De volta para o Roçado, tivemos um encontro com os/as coroinhas e depois participamos da celebração da noite e no domingo de manhã da celebração eucarística, tendo um espaço – homilia – para falarmos de vocação e do centenário.

Após a missa do domingo participamos do encontro do grupo de Simpatizantes – São José e Florianópolis – na casa de Anita Kirchner e ali bebemos um pouco mais da espiritualidade de Francisco e Clara de Assis.

Irmãs e simpatizantes, que bom sempre voltarmos naquele chão sagrado que fez parte de nossa história e continua fazendo, através do grupo de Simpatizantes e até de uma vocacionada agora ali manifestada.

Rendemos graças a Deus Trindade por toda essa experiência e muito nos alegrou a presença de Ir. Geraldina Rover, que nos acompanhou nesses dias. Mais ainda alegrou o povo do Roçado ao revê-la firme e forte. Obrigada Ir. Geraldina por ter dado essa alegria num final de semana que foi tão bonito.

Informações adicionais

  • Fonte da Notícia: Ir. Luzia Pereira - pelo SAV

Comentários  

#1 Lucia Deluca 28-04-2014 15:52
...E O CHAMADO se fez e continua se fazendo caminho que o SAV, no encontro do Roçado realizou. Congratulações fraternas - Lucia Deluca

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

 

Direção
Isabel do Rocio Kuss

Ana Cláudia de Carvalho Rocha

Marlene dos Santos

Rosali Ines Paloschi

Arte: Lenita Gripa

Congregação das Irmãs Catequistas Franciscanas
Rua Des. Nelson Nunes Guimarães, 346
 Bairro Atiradores - Joinville / SC – Brasil
Fone: (47) 3422 4865