pg incial 2018

cicaf

*

Você está aqui: HomeNotíciasFRANCISCLAREANDO - Santa Clara Clareou
Publicado em Notícias
Postado por  Sede Geral - Isabel do Rocio 09 Agosto 2021
FRANCISCLAREANDO - Santa Clara Clareou

 

A luz que emana de Clara não ficou presa em São Damião, nem em Assis. Desde aí foi rompendo fronteiras, cruzando montanhas, atravessando mares... e o mundo se encheu com sua claridade. Ela já foi anunciada à sua temerosa mãe, como “uma luz que vai deixar a própria luz mais clara (LSC 4). Por causa desta palavra recebeu o nome de Clara” (2LV V). E, apenas dada à luz, a pequena Clara começou a brilhar com luminosidade muito precoce...e a resplandecer na tenra infância pelos bons costumes” (LSC 3). E, “o que era pequeno cresceu como mil, a pedrinha minúscula transformou-se em alta montanha, da pequena fonte saiu um vasto rio, que se derramou pelo mundo. Sua água rega o mundo” (2LV IV).

Francisco se deu conta desde os primeiros encontros com Clara que esta lâmpada tinha um potencial iluminador de altíssima qualidade e tratou de alimentar com o melhor azeite sua chama. Diz-nos a Legenda que, nestes encontros, “suas palavras pareciam flamejantes” (LSC 5,4). E as paredes da nobre casa paterna não puderam conter o fogo que ardia e ardia sempre mais.

Vencida a barreira que a separava do “abraço ao Cristo pobre, como virgem pobre” (2In 18), encerra-se nos estreitos limites de São Damião e aí, “mesmo encerrada, Clara começou a clarear todo o mundo e refulgiu preclara pelos motivos de louvor” (LSC 11,3).

A reconhecida sensatez de Clara, aliada à sua oração incessante, emprestou luz ao processo de discernimento de Francisco: “Vai a Soror Clara ... que rogue devotamente a Deus seja de agrado mostrar-me o que mais me convém: se me dedicar à pregação ou somente à oração”. O discernimento veio claro: “Deus não o chamou a este estado somente para si; mas para que ele obtenha fruto as almas e que muitos sejam salvos por ele” (cf. Fior 16).

De muitas maneiras, fez Clara brilhar sua luz. Numerosos milagres nos atestam a força iluminadora desta frágil vela, que se foi consumindo no altar da vida inteiramente consagrada ao Senhor, através do serviço maternal às Irmãs, aos doentes, aos pobres, à Igreja que logo depois de sua morte, colocou esta lâmpada sobre o candeeiro e universalizou seu fulgor, proclamando: “Na terra resplandeceu Clara com as suas luminosas obras. No céu irradia Clara a plenitude da luz divina... Clara bendita, adornada com tantos títulos de claridade! Clara fostes antes da conversão, e mais clara ainda depois dela....

Admirável claridade de Santa Clara ... Se já luzia no século, resplandeceu na vida religiosa. Se na casa paterna foi um raio luminoso no claustro brilhou com todo o fulgor. Se brilhou na terra, resplandeceu no céu. Como era grande a força desta luz e como era forte a claridade do seu brilho! Apesar de encerrada no segredo do claustro, esta luz irradiava para o exterior; embora recolhida entre paredes de um mosteiro, esta luz era projetada para todo o mundo; protegida no interior, irradiava para o exterior(cf. BC 6-14).

 

Clara como o sol, iluminou o meu caminho. ... Que digam ‘sim’ os passos meus.

Informações adicionais

  • Fonte da Notícia: Irmã Maria Fachini

Comentários  

#2 Maria Fachini 13-08-2021 23:43
Obrigada, Marlene, a opinião de quem lê o texto, é incentivo para quem o escreveu. E como se lhe estivessem acariciando o filho.
#1 MARLENE MAZZINI 10-08-2021 10:47
Irmã Maria Fachini, que rica sua reflexão. Estamos a caminho, nos esforçando para sermos luzes uns com os outras, umas com as outras pessoas de convivência e na missão junto aos mais vulneráveis.
Peço a Santa Clara que nos fortaleça no testemunho fiel de nossa opção no seguimento de Jesus.
Louvado seja, pela presença de Santa Clara de Assis em nossas vidas.
Parabéns, Irmã Maria

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

 

Direção
Isabel do Rocio Kuss

Ana Cláudia de Carvalho Rocha

Marlene dos Santos

Rosali Ines Paloschi

Arte: Lenita Gripa

Congregação das Irmãs Catequistas Franciscanas
Rua Des. Nelson Nunes Guimarães, 346
 Bairro Atiradores - Joinville / SC – Brasil
Fone: (47) 3422 4865